Resenha: Isso Também é Preconceito

Organizadoras: Gislaine Oliveira e Luísa Aranha 

Nota: ♥♥♥♥♥
Ano: 2017
Páginas:130
Editora: Independente 
"A Sociedade está doente. Os sintomas são falta de respeito, falta de empatia e preconceito. Se colocar no lugar do outro, respeitar suas escolhas, sua vida, sua cor, seu jeito e seus sentimentos é a cura. Eu quero curar a sociedade. E também quero que você se cure."
-Luísa Aranha
Resenha:
Isso Também é Preconceito é um livro de Antologia reflexivo, a obra é repleta de escritos que trazem assuntos diversos dentro do tema PRECONCEITO, assunto muito atual e que muita gente está lutando para deixar de existir. 
O preconceito é um conceito criado pela própria pessoa onde ela está do lado de fora e não o aceita, o critica sem procurar entender.
"Cresci em uma sociedade heteronormativa, que cultua um padrão de beleza quase inatingível e que julga as pessoas por sua aparência e seus bens...
[...] Nós acreditamos no poder das palavras. Acreditamos que elas podem mudar as pessoas. E temos fé de que as pessoas podem mudar o mundo."
-Gislaine Oliveira
Neste livro lemos claramente ações de pessoas que não se importam com o outro e olham para o que querem e assim levando isso como necessário para quem está ao seu redor sem compreender que a necessidade é uma questão pessoal, o que preciso não é o mesmo que você precisa, isso na maioria das vezes.
"Hoje, elas compreendem que o mundo é para todas as pessoas, independentemente do seu tamanho, físico e condição sexual, pois elas podem ser quem elas quiserem."-Amor, Diversidade e Progresso
-May Poetisa
O desejos e a falta de voz foi o que mais encontrei aqui, em sua maioria os personagens trazem a questão de não se ter VOZ, não conseguir fazer com que a escutem e isso nos mostra os problema da nossa sociedade, criado por nós mesmos. 
"No dia que a mão se estatelou em meu rosto, ela foi acompanhada de uma 'desculpa, perdi a cabeça' e mil carinhos. No dia que um punho fechado quebrou meu nariz foi acompanhado de um 'te amo' e a promessa de nunca mais acontecer. No dia em que eu não quis sexo e ele se enfiou dentro de mim me rasgando inteira foi acompanhado de um 'você é a melhor mulher do mundo'.
[...] -Você pode estar confusa agora, mas sim, isso é violência contra a mulher! Somos muitas e podemos nos ajudar..."
-Semente da Esperança
-Luísa Aranha
Entre os preconceitos abordados achei interessante citar o conto "SEM REGRAS PARA NASCER" ondem temos mães debatendo sobre como vai ser o nascimento de seus filhos e o preconceito com o parto normal, acreditam nisso? E claro que o preconceito vai além, desde uma menina decidir jogar bola até um agarota namorar um garota e assim por diante.
"[...]Vamos pensar no exemplo que daremos para os bebês que virão ao mundo, pois essa discussão nos torna intolerantes e até preconceituosas. Mães, por favor, pensem nisso."
-Sem Regras para Nascer
-Mari Sales
Esses assuntos que estou compartilhando com vocês se encontram no livro para serem lidos e usados como reflexão... Será que você já foi preconceituosa/o e não reparou? 

"Éramos apenas ela, eu e o que sentíamos. O resto era apenas ruído que incomodava, mas não nos definia."
-Mãos Dadas
-Marcia Dantas
Opinião: 
O livro me agradou bastante, me emocionou mais do que esperava. 
Quando li cada um desses contos fiquei imaginando tudo na vida real, o que é fato que acontece, fiquei de coração partido lendo algumas coisas, quando damos de cara com a realidade isso machuca. Às vezes a gente pensa que é uma coisa pequena ou simples, mas não é! 
Eu recomendo esse livro para todas as pessoas, todos deveriam ler e sentir a energia que essa obra possui! 
A intenção de Isso Também é Preconceito é mostra para as pessoas que o preconceito vai além do que muitos imaginam e que compreendendo isso podemos ser instrumentos de mudanças positivas. 


Espero que tenham gostado.
Até o próximo post!
Beijuu,
Keth

14 Comentários

  1. Oi, Keth!
    Eu acompanhei essa coletânea desde o começo, no blog da Gi. Estou super ansiosa pra ler.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Três Anos de A Colecionadora de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luiza.
      Quando ler me conte o que achou! Espero que goste.
      Beijos.

      Excluir
  2. Olá, Keth.
    Tenho muita vontade de ler esse livro. Acho que ele vai ser uma ótima reflexão. Acredito que todo mundo já sofreu preconceito e já foi preconceituoso com alguém em algum momento, mas a coisa toda é vista como normal que a gente nem se dá conta de quando acontece. Espero que isso mude um dia.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil!
      Também espero que isso mude.
      É uma obra maravilhosa que merece ser lida!
      Bjs.

      Excluir
  3. Oi
    que bom que a leitura te agradou e são muitos histórias que falam do preconceito e a ideia dessa antalogia é legal. Foi a primeira resenha que li e depois de ler me interessei em conhecer.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Denise.
      Que bom que se interessou. Ela é maravilhosa e me deixou em lágrimas com alguns contos.
      Espero que goste da leitura.
      Bjs.

      Excluir
  4. Olá, esse livro diz tudo o que vivenciamos infelizmente!!! Dever ser muito emocionante a leitura.

    www.mundofantasticodoslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente mesmo... É triste em pleno Séc. XXI termos que nos deparar com coisas assim... :/

      Excluir
  5. Oi Keth! Eu acho livros assim super importantes, a reflexão é sempre importante pq as vezes até temos atitudes preconceituosas e nem percebemos! Adorei a dica!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mi!
      Muito importante mesmo!
      Espero que goste da obra quando ler.
      Bjs.

      Excluir
  6. Ainda não conhecia o livro, mas achei o tema SUPER importante e fiquei com bastante vontade de ler. É sempre muito bom poder refletir sobre essas questões sociais. Adorei a resenha!
    Um beijão,
    Gabs | likegabs.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabriela.
      É um livro maravilhoso e realmente vale muito a pena ler!
      Que bom que gostou.
      Bjs.

      Excluir
  7. Oi Keth, sua linda, tudo bem?
    Você citou a questão do parto normal, eu fiquei chocada quando descobri que estavam tentando impedir por legislação que a mulher optasse pela cesária. Existem casos de riscos de vida para a mãe e para o bebê que só a cesária salva. Eu não lembro se a lei chegou a ser aprovada, mas ouvi muito relatos reais que nos hospitais públicos mulheres estavam sofrendo, pois os médicos se recusavam a fazer cesária. Quando eles achavam que o parto normal não era mais viável, já não há havia mais tempo de salvar o bebê. Não sei se essa questão será abordada no livro. Mas falar de preconceito é essencial, pois nossa sociedade ainda é preconceituosa. Não vejo a hora de ler. Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou bem e vc, Cila?
      Muito triste isso... Esse livro é maravilhoso e me fez pensar em muitas coisas.
      Leia e compartilhe comigo o que achou da leitura!
      Beijos.

      Excluir

Obrigada por deixar o seu comentário! ♥
Caso tenha um blog deixe aqui o link para eu conhecer. =)